FUNDAÇÃO CULTURAL, SEUS PROJETOS, HISTÓRIA DO TEATRO CAPITÓLIO, TV PRINCESA E RÁDIO MELODIA.
PROJETOS MANTIDOS PELA FUNDAÇÃO CULTURAL
 
EVENTOS TRADICIONAIS, REALIZADOS PELA FUNDAÇÃO CULTURAL:
HISTÓRICO:
 A Fundação Cultural do Município de Varginha foi fundada no dia 18 de maio de 1988 com o objetivo de integrar os diversos órgãos que compõem a cultura varginhense, como o THEATRO CAPITÓLIO, a RADIO MELODIA FM, a TV PRINCESA, a BANDA MARCIAL MUNICIPAL, e o CONSELHO DELIBERATIVO MUNICIPAL DO PATRIMÔNIO CULTURAL DE VARGINHA, além de diversos projetos artísticos. O Conselho Deliberativo cuida de sua gestão. Seus membros são escolhidos entre os diversos segmentos culturais da cidade.
 O quadro de funcionários da Fundação, no momento, é composto de 39 funcionários nomeados por concurso público, já que a entidade é de direito público, sem fins lucrativos. A verba para manutenção é parte do orçamento da prefeitura, votado pela Câmara Municipal de Varginha. A Fundação é administrada pelo Diretor Superintendente.
THEATRO  MUNICIPAL CAPITÓLIO
“ 72 ANOS”
 A inauguração do Theatro Capitólio aconteceu no dia 12 de outubro de 1927. De estilo tolentino, idealizado por um membro família Navarra, a obra demorou  dois anos para ser concluída e custou 403 contos de réis. O espetáculo de inauguração foi dividido em duas partes: o filme ‘CABARET’ da Paramount Pictures, e uma representação cômico-dramática apresentada pelo trio “Esperança Diez”, verdadeiro sucesso de época nos teatros cariocas.
 Dentre os diversos artistas brasileiros que já se apresentaram no teatro podemos destacar: Dercy Gonçalves, Eva Vilma, Maria Zilda, Pedro Bismarck, Costinha, Ary Toledo, Juca Chaves, Herson Capri, Roberto Pirilo, Jorge Dória, Nelson Xavier e Claudio Cunha. Já na música destacam-se os grandes pianistas como, Arthur Moreira Lima, Nelson freire, José Henrique Castellane, Mauro Senise, os violonistas, Henrique Pinto e Nícolas de Sousa Barros, os cantores eruditos, Ercilio Pinto, Francisco Campos Neto, Patrizia Morandini, os cantores populares, Badem Powell, Oswaldo Montenegro, Adriana Calcanhoto, Paulinho Pedra Azul, Belchior, Renato Teixeira, Flavio Venturini, Lobão, Lô Borges, Saulo Laranjeira, João Bosco,  além dos principais corais e grupos de danças  brasileiros, e, os shows internacionais, Companhia de Ballet Folclórico da Rússia, Ballet Chinês e Música Folclórica Boliviana.
 Hoje devidamente restaurado, com capacidade de lotação de 800 lugares, quatro camarins, é o local preferido para espetáculos teatrais, de música e de dança. 
 
 
FOYER “AURÉLIA RUBIÃO”
O Foyer "AURÉLIA RUBIÃO", anexo ao Theatro Municipal Capitólio, é localizado na Rua Presidente Antônio Carlos, 522, no centro de Varginha.
Sua denominação foi dada em 05 de maio de 1994, em homenagem à grande artista plástica varginhense, "AURÉLIA RUBIÃO".
Durante todo o ano são expostos os mais diversos trabalhos artísticos, seja através da pintura, artesanato, literatura ou eventos especiais como cursos, seminários, vernisagens, mostras regionais e lançamentos literários.
A média anual de visitação é de 30.000 pessoas.
PROJETO QUINTAS ARTÍSTICAS
 Criado em 1992 com a finalidade de proporcionar mais uma atividade cultural e de lazer para a comunidade,  o  projeto baseia-se em três áreas de atuação: dança, música e teatro.
 As apresentações acontecem sempre às quintas, no Theatro Municipal Capitólio, com a possibilidade de extensão para praças públicas, conchas acústicas ou outro espaço alternativo que justifique uma apresentação do projeto.
 Os ingressos são padronizados e custam R$2,oo (dois reais) como forma de incentivo ao público de baixa renda, sendo que 100% da arrecadação na bilheteria é do próprio grupo classificado.
 Além disso a Fundação produz toda divulgação, confecção dos cartazes, panfletos, filipetas, banners, ingressos e demais materiais promocionais.
TV PRINCESA
 No dia 29 de julho de 1991, o Ministério das Telecomunicações, através de publicação no Diário Oficial da União, outorgou permissão à Fundação Cultural de Varginha para  ter o direito de entrar no Serviço Especial de Retransmissão Mista de Televisão. Estava criada então a TV Princesa, emissora comunitária que opera no canal 7 Educativo, na freqüência de VHF.
 Desde então, a TV Princesa tem levado aos lares varginhenses uma programação especialmente voltada para a cidade, seja através da retransmissão da TV Cultura(SP), seja pelos telejornais diários e programas. A Emissora integra ainda a Rede Minas de Televisão, somando-se às outras 53 emissoras educativas do estado, lideradas pela TV Minas de Belo Horizonte.
 De segunda a sexta-feira, a TV Princesa apresenta  às 19:00 horas, o “Jornal Cidade” informativo. Semanalmente, a programação consta ainda de programas como o “Educação Comunidade”, “TV Rural”, “Alô Cidade” e “Perfil Empresarial”, além da Missa aos domingos, pela manhã, e do programa “Fala Prefeito”, uma oportunidade para os munícipes se comunicarem como o prefeito municipal, pelo telefone, ao vivo, buscando soluções para seus problemas.
 Em 1998, a TV ganha uma importante parceria com a FEPESMIG, Fundação de Ensino e Pesquisa de Minas Gerais, que passa então a administrar e assinar sua nova programação.
RÁDIO EDUCATIVA FM MELODIA
 A Rádio Educativa Melodia,  foi fundada em 03 de outubro de 1987. Operando na faixa de 102,3 MGH, mantém 17 horas diárias de programação cultural, do clássico  à música popular brasileira, em todas as fases. Conta também com  programas exclusivamente voltados à educação.
 Hoje, sua programação é ouvida em 45 municípios. Foi a quarta  emissora do rádio educativo a ser fundada no estado de Minas Gerais; e a segunda no Sul  de Minas. Mantém convênios com a Fundação Roquete Pinto, Centro Brasileiro de Rádio e Televisão  Educativo (SINED) , DW RÁDIO - DEUSTSCHE WELLE, BBC de  Londres e  Rádio Nederland da Holanda.
 Sob sua produção e pós-produção, estão programas como “SOS Língua Portuguesa “, “Almanaque Cultural”, “Saúde no Ar” e programas voltados à agricultura, preservação da memória musical, além da prestação de serviços sociais.
 Dentre as atrações semanais estão o Rádio Caminhoneiro, apresentado pelo cantor Sérgio Reis,  o Aquarela Musical, o Paixão Sertaneja, intercalados a cada hora com o Repórter Melodia, o programa jornalístico Varginha Hoje, contando atualmente com quatro correspondentes nas principais capitais do Brasil, Sucessos Melodia, Um astro uma estrela, Flash Back nacional e internacional, Piano ao Cair da Tarde, As Big Band's, Ternura Musical, Os grandes Mestres da Música e  A Música ao redor do Mundo, procurando dessa forma atingir todos estilos musicais brasileiros e internacionais, sendo uma opção totalmente cultural, onde o ouvinte recebe uma programação elaborada e exclusivamente cultural.
ATUALIZADO EM 15/03/99